Como Limpar Panelas Queimadas – Dicas





Saiba aqui três maneiras de limpar panelas queimadas.

É comum nos depararmos com restos de alimentos que, basicamente, carbonizam no fundo da panela. Esses resíduos parecem impregnar-se na panela, parecendo até fundir-se com ela. Toda essa crosta parece ser implacável, que sugere meia hora de esfrega, esfrega, com palha de aço e outros instrumentos que sirvam para raspar superfícies.

Entretanto, não há motivo para preocupação. Essas impurezas podem ser removidas das panelas. É muito importante, até necessário para a nossa saúde, limpar bem panelas, pratos, talheres, etc. Não basta deixar a panela de molho com detergente, existem modos de higienização mais eficazes, à parte o esforço que fazemos no esfregar com esponja, palha de aço e sapólio as superfícies das panelas. São três dicas que não custam nada e não exigem esforço físico.




Dica A – Utilizar papel-toalha. Despejar poucas gotas de detergente no interior da panela, acrescentar baixo nível de água quente, bem baixo, para não ensopar o papel. Pouse uma folha de papel-tolha, sem imergi-lo na água, de modo que o mesmo aja absorvendo naturalmente o líquido. Deixe repousar por até uma hora, sendo que a função do papel-toalha é a de fazer abafar toda a sujeira que vai se desgrudando de modo mais eficiente. Em seguida, despeje o conteúdo e lave a panela normalmente.

Dica B – Ferver o detergente junto de água oxigenada e colocar em fogo alto. Bastante detergente. Deixar ferver. Assim que começar a espumar, devido ao calor, desligar o fogo e deixar repousar de 10 a 15 minutos, de modo que todas as impurezas encrostadas (resíduos de alimentos carbonizados no interior da panela), comecem a desgrudar das paredes internas da panela. Outro modo de preparo dessa solução é fazer adicionar um pouco de bicarbonato de sódio, antes de colocar para ferver, no sentido de se obter uma ação higienizadora bem mais profunda, conforme o caso.


Dica C – Utilizar um cubo de açúcar para esfregar sobre a crosta queimada. Embora pareça contraditório, um cubo de açúcar torna-se um poderoso agente de higienização e não deixa marcas de riscos na panela, como o fazem palha de aço. Uma esponja unida ao cubo de açúcar. O segredo, nesse caso, será umedecer levemente os pontos encrostados de resíduos de alimento queimado. Deste modo, e esfregar sobre essas crostas até as mesmas começarem a se desfazer e soltarem aos poucos. Se for necessário, adicionar mais desse mesmo ingrediente (cubo de açúcar), para intensificar a limpeza.

A meta é fazer soltar toda a crosta da superfície metálica, o máximo possível. Essa é mais uma dica de higienização eficaz, que não exige muito esforço físico, garantindo mais higiene, mais saúde, por conseguinte. Além disso, saúde e limpeza em primeiro lugar, a própria estética da panela melhora, voltando a ser quase como nova, zerada. Observação: nada de adicionar muita água, pois o cubo de açúcar dissolverá rapidamente. O trabalho deve ser efetuado em doses, por assim dizer, homeopáticas, de gota em gota, com paciência, sem pressa de finalizar a higienização.

Essas três dicas são alguns exemplos de boa limpeza, entre muitos outros. Na atualidade, os métodos de higienização estão entre os fatores mais importantes de conservação da saúde e longevidade da vida. A melhor maneira de preparar alimentos bons, saudáveis, mais saborosos e nutritivos é exatamente primar para higiene dos instrumentos e recipientes que utilizamos para o preparo. É como o médico que precisa esterilizar os instrumentos cirúrgicos após uma operação, um dentista após um atendimento.

Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *