O que é bom para curar ressaca?

Conheça 10 dicas simples e fáceis de fazer, que vão te ajudar a se livrar rápido desse problema; confira.

O carnaval é uma das datas comemorativas mais aguardadas do brasileiro, que aproveita o feriado prolongado para curtir e beber com os amigos e familiares.

Mas é também nessa época onde os foliões mais sofrem por um problema muito conhecido de todos, causado pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas: a ressaca!

Os sintomas mais comuns no pós-carnaval são a dor de cabeça e o mal-estar. Mas você sabia que é possível resolver esse problema de maneira fácil e rápida?

Nós separamos 10 dicas infalíveis que vão te ajudar a começar o ano de forma saudável e que você confere nos próximos tópicos.

O que é ressaca? Como acontece?

A ressaca nada mais é do que um conjunto de sintomas que uma pessoa sente, causados pelo consumo exagerado de bebidas alcoólicas. Esses sintomas afetam a parte física e mental de quem bebeu além da conta, causando, entre outros sintomas, desidratação e hipoglicemia.

O fígado precisa trabalhar além da conta para eliminar o excesso de álcool no sangue, e, enquanto isso, o corpo vai sofrendo com os incômodos que todos já conhecem e que iremos abordar em detalhes a seguir.

Os principais sintomas da ressaca

Esses são os principais incômodos de quem sofre de uma ressaca:

  • Dor de cabeça;

  • Náuseas;

  • Sede em excesso;

  • Indigestão;

  • Vômitos.

Outros sintomas incluem também sensação de fraqueza, gosto amargo na boca e muito enjoo. Se você exagerou no álcool e está com alguns desses sintomas pós-carnaval, no próximo tópico, daremos as melhores dicas que irão te ajudar a se livrar da ressaca do jeito mais rápido e saudável possível. Venha conosco!

Leia também:  Receita de Caipirinha feita por Jamie Oliver

10 dicas para curar a ressaca

Conheça as principais recomendações para quem está sentindo alguns dos sintomas que acabamos de abordar.

1. Tomar muita água

A água, sem dúvida, não pode faltar para quem estiver álcool, porque a bebida alcoólica provoca desidratação e sintomas como dor de cabeça e tontura. Os chás e a água de coco também estão liberados, mas o recomendado é sempre ingerir entre 1,5 a 3 litros de água por dia.

2. Chás

E por falar em chás, dê preferência àqueles que, além de hidratar, ajudam a combater sintomas como a má digestão, cólicas intestinais, enjoos e outros incômodos. Adicionar mel também ajuda a repor energia e tornar a recuperação mais rápida.

Alguns chás contra ressaca são:

  • Boldo: desintoxicante;

  • Hortelã: elimina enjoos;

  • Gengibre: combate náuseas e tonturas;

  • Beterraba: contra fadiga e fraqueza;

  • Camomila: digestivo e relaxante.

3. Fazer uma boa alimentação

Nessa parte, a escolha de alimentos saudáveis fará muito bem. Por isso, escolher frutas, proteínas, legumes e cereais. Esses tipos de alimentos ajudam aumentar o nível de glicose e minerais no organismo, expulsando a ressaca mais rápido.

4. Tomar Isotônicos

Os isotônicos são uma boa escolha quando o assunto é a reposição de sais minerais. Essas bebidas agem rápido no organismo e, por isso, são uma excelente escolha para combater a desidratação.

E não podemos esquecer da água de coco. Essa é uma das principais bebidas repositoras que existem, sendo uma das mais indicadas para casos de desidratação.

5. Ingerir sucos de frutas

Essas bebidas hidratam e ainda possuem frutose, que fornece açúcar (saudável) e deixa o seu corpo mais disposto e sem os sintomas que falamos antes.

Um aviso: beba sucos naturais!

6. Sopas leves

Uma boa sopa ajuda a recuperar as energias com mais velocidade e ainda expulsa a enxaqueca, fraqueza e demais incômodos. Escolha a sua preferida, mas que seja caseira, leve e feita de legumes, cereais ou de carnes – ou uma mistura leve disso tudo -, mas fique longe das de preparo instantâneo.

Leia também:  Coquetel Amor Perfeito (vodka e rum)

7. Medicamentos

É uma das primeiras medidas adotadas nesses casos, e as alternativas mais indicadas são:

  • Antiácidos: eliminam azia e queimação gástrica;

  • Hepatoprotetores: ajudam a desintoxicar o fígado;

  • Analgésicos: combatem dor de cabeça

  • Antieméticos: tiram enjoos e vômitos.

Mas, atenção!

É importante ter cautela no uso de alguns medicamentos que podem prejudicar ainda mais um fígado, ou um estômago, já comprometido pelos excessos do carnaval, causando ainda mais desconfortos.

Dessa forma, muito cuidado antes de correr para algum analgésico ou anti-inflamatório. Nessas horas, tomar um bom café forte pode ser uma boa alternativa mais saudável e segura. Falaremos sobre isso na próxima dica.

8. Tomar café forte

O café, além de saboroso, também ajuda a combater sintomas como mal-estar, tontura e fraqueza, sem contar que também possui efeito analgésico contra dores de cabeça, por exemplo.

Contudo, não custa lembrar que ele precisa ser ingerido sem exageros, pois além de ser uma bebida energética, se for tomada em excesso, pode causar desidratação e acabar piorando o mal-estar.

9. Dormir bem

Todo mundo sabe o quanto uma noite de sono mal dormida incomoda, causando sintomas parecidos com a ressaca, como dor de cabeça, olhos inchados e até irritabilidade. Agora, imagina alguém de ressaca e ainda dormir mal? O estrago está feito! Sendo assim, dormir bem contribui ajudando a evitar os sintomas da ressaca. Simples assim!

10. Repousar

A explicação para isso é simples: como qualquer outra máquina, o seu corpo também precisa parar, ocasionalmente, para se recuperar. É a mesma lógica quando estamos doentes e precisamos repousar e deixar o nosso organismo fazer a sua parte, sem a nossa interferência.

E não custa lembrar de uma frase quase clichê, que diz: “o corpo humano é uma máquina perfeita”. Portanto, deixa ela te ajudar a consertar as coisas.

Leia também:  Veja como fazer um excelente cafezinho como o da campeã brasileira de baristas

Mesmo com todas essas dicas, a prevenção sempre é a melhor alternativa para evitar problemas. Mas quando se trata do Carnaval, nem sempre é possível seguir tudo ao pé da letra. Ainda assim, separamos algumas dicas para evitar a ressaca.

Como evitar a ressaca

A maioria das dicas que citamos até aqui, também servem para evitar problemas. O segredo está em uma boa alimentação e na hidratação. Descubra como se prevenir:

  • Tomar água: tomar água antes, durante e depois do consumo de bebidas alcoólicas, ajuda a prevenir muitos inconvenientes;

  • Comer bem: comer antes e após beber; muitos esquecem de fazer isso e acabam sofrendo as consequências.

Dica extra:

  • Carvão vegetal ativado: ingerir 1 g antes e após consumir álcool, tem efeito desintoxicante; pode ser encontrado nas farmácias sem prescrição médica.

Quando procurar ajuda médica?

Todas as dicas citadas aqui, ajudam a combater os efeitos indesejáveis da ressaca que todos conhecem, como dores de cabeça, desidratação, enjoos, azia e mal-estar, entre outros.

Mas, se outros sintomas evoluírem para outros mais sérios, como alteração na respiração, batimento cardíaco irregular, convulsões, palidez, desmaios ou outro sintoma incomum, deve-se procurar ajuda médica o mais rápido possível.

Fazer isso, evita que o seu ano comece mal. Afinal, o ano praticamente começa depois do Carnaval. Sendo assim, é sempre bom cuidar da saúde e não cair em vacilos.

Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *